terça-feira , 22 janeiro 2019
Capa » Energias renováveis » Merck instala painéis solares em Realengo

Merck instala painéis solares em Realengo

A Merck, empresa alemã líder em ciência e tecnologia que completou 350 anos em 2018, instalou na sede do projeto de capacitação da Agência de Família, em Realengo, no Rio de Janeiro, painéis solares com a revolucionária tecnologia OPV (fotovoltaicos orgânicos). Os painéis são colocados em formato de árvore (OPtree) e ficarão na comunidade para contribuir com a captação de energia solar e diminuição dos custos com energia elétrica da ONG.

O projeto Agências de Família, do Banco Providência, apoiado pela Merck desde 2012, promove a formação voltada ao acesso a direitos e a inclusão produtiva para mulheres em situação de vulnerabilidade social e as empodera para se tornarem empreendedoras em suas comunidades. O programa já teve duas agências implantadas e em 2017 beneficiou 427 famílias, sendo que 70% delas superaram a situação de extrema pobreza após participarem do projeto.

O objetivo da instalação dos painéis é contribuir com a diminuição de custos fixos, como o de eletricidade, para a manutenção e continuidade do projeto. A instalação irá reduzir os custos com eletricidade e proporcionará a utilização de uma energia limpa e sustentável para a realização dos cursos de cabeleireiro, corte e costura e gastronomia.

Os fotovoltaicos orgânicos são uma nova tecnologia no campo de energia solar produzida pela Merck, que em aplicações de painéis solares é capaz de transformar áreas até mesmo já construídas, como prédios e estradas, em fontes de energia limpa, ajudando no combate ao efeito estufa. O composto químico é semelhante a uma tinta e pode ser aplicado em painéis flexíveis da mesma forma que as impressões em gráficas.

“Os OPVs são fotovoltaicos orgânicos utilizados na produção de painéis solares, ou seja, a terceira geração de células solares, capazes de gerar energia elétrica a partir da luz do sol. Esta alternativa é a mais verde, uma vez que cada metro quadrado de OPV evita a emissão de 120 kg de CO2 por ano. E por serem flexíveis e moldáveis, há um leque de possibilidades para a aplicação desses painéis. Eles podem, inclusive, ser incorporados à arquitetura, em fachadas de prédios e no mobiliário urbano, como em pontos de ônibus, por exemplo”, afirma Francisco Veloso, diretor do negócio de Performance Materials da Merck.

A instalação foi realizada em parceria com a Sunew, líder mundial na fabricação de OPV, e terá o formato de uma árvore, onde suas folhas curvas serão todas revestidas por OPV. Além de instalar a OPtree nesta comunidade, a Merck também está incluindo essa tecnologia na ampliação e renovação de seu parque industrial para 2019, visando aumentar o uso de energia limpa e renovável.

 

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*