terça-feira , 22 janeiro 2019
Capa » Alumínio » AFEAL apresenta Programa Setorial de Qualidade de Portas e Janelas de Correr de Alumínio durante a Fesqua

AFEAL apresenta Programa Setorial de Qualidade de Portas e Janelas de Correr de Alumínio durante a Fesqua

Primeira publicação da relação de fabricantes de esquadrias de alumínio qualificados no PSQ ocorreu em junho deste ano.

São Paulo, setembro de 2018 – A preocupação com a qualidade de esquadrias ganhou novo aliado. Desde junho deste ano, o site do Ministério das Cidades iniciou a publicação da relação de fabricantes de esquadrias de alumínio qualificados no PSQ (Programa Setorial de Qualidade de Portas e Janelas de Correr de Alumínio).

A AFEAL (Associação Nacional de Fabricantes de Esquadrias de Alumínio), mantenedora do programa, e sua parceira, a ABAL (Associação Brasileira do Alumínio), apresentam o PSQ durante a Fesqua 2018. “Essa qualificação dá mais segurança aos consumidores”, explica Antônio Antunes, presidente da AFEAL. “Ninguém é obrigado a entender de esquadrias. Portanto, cabe a nós, fabricantes, garantir que o produto tem a qualidade necessária para nossos clientes”, avalia.

Nesta primeira etapa, o PSQ avaliou especialmente os sistemistas e os fabricantes de esquadrias de alumínio que possuem seus próprios sistemas, explica Antunes. “As homologações abrem as portas para a participação dos fabricantes de esquadrias de alumínio que utilizam estes sistemas. Todas estas ações visam garantir que as portas e as janelas de alumínio, comercializadas em todo o Brasil, propiciem a segurança, a durabilidade e o conforto esperados pelos usuários”, explica o presidente da AFEAL.

“A qualificação ainda atinge um número pequeno desse grupo, mas é um começo. Aliás, é o começo do fim da não conformidade das esquadrias que estão hoje no mercado nacional”. Pelos cálculos do setor, hoje existem 30% de esquadrias fora de norma sendo vendidas no país. “Com o tempo vamos reduzir esse percentual”, garante Antunes.

Sicoob oferece seus serviços durante a Fesqua 2108

Opção aos bancos tradicionais, o Sicoob Metalcred, sistema financeiro destinado ao setor metalúrgico e seus parceiros, participa pela primeira vez de uma feira, e optou pela Fesqua 2018. Com todos os serviços oferecidos pela rede bancária, o Sicoob Metalcred apresenta, segundo Danilo de Assis Lateri, gerente Comercial e de Marketing, taxas menores que o mercado e facilidades para as empresas e seus funcionários.

Durante palestra no Sebraser (XVI Seminário Brasileiro de Serralheria) que acontece durante a feira, Lateri apresentou o sistema para os empresários. Segundo ele, o Sicoob é o maior sistema financeiro cooperativo do país com mais de 4,2 milhões de cooperados, 2.769 pontos de atendimento, distribuídos em todo Brasil. “Também é hoje o quinto maior sistema financeiro em redes de atendimento no mercado nacional”, afirmou.

Lateri explica que o Sicoob oferece aos cooperados serviços de conta corrente, crédito, investimento, cartões, previdência, consórcio, seguros, cobrança bancária, adquirência de meios eletrônicos de pagamento, dentre outros. “Ou seja, tem todos os produtos e serviços bancários, mas não é banco. É uma cooperativa financeira, onde os clientes são os donos e por isso os resultados financeiros são divididos entre os cooperados”, garante.

Doações ao terceiro setor impactam na redução de custos e podem aumentar o lucro das empresas

As empresas podem destinar recursos para instituições do terceiro setor locais e abater no imposto a pagar. Essa foi uma das possibilidades apresentada por Takashi Yamaushi, do Instituto IDEA, durante a palestra “O Terceiro Setor na Construção Civil” que integra o Sebraser (XVI Seminário Brasileiro de Serralheria), que está sendo realizado na Fesqua 2018.

Yamaushi lembrou que o terceiro setor não se limita a entidades assistenciais, mas toda aquela que atende as necessidades da sociedade como transporte, educação e saúde. “Essas instituições fazem a interface entre o setor produtivo e o governo”, afirma.

Dessa forma, segundo Yamaushi, o terceiro setor deve ser visto como ferramenta de negócios para redução de custos apoiado no desenvolvimento econômico e social, através de informações sobre as legislações, normas técnicas e estratégias de trabalho para a construção civil. “O valor destinado a essas instituições, que entra como renúncia fiscal para o governo, muda a base de cálculo do imposto da empresa doadora que tem uma economia de 34,4% no valor do imposto a pagar”, explica. “Essas ferramentas, além de reduzir custos, ajudam a aumentar os lucros das empresas que realizam negócios com as instituições, o que, no atual cenário de crise, tornou-se regra de sobrevivência para buscar alternativas de melhoria operacional”, garante o consultor.

Proteção contra os insetos e sustentabilidade no seu dia a dia

As Telas MM, em parceria com a startup Block Insetos, lançou a cortina magnética, um produto inovador que está atraindo a atenção dos visitantes da Fesqua. A cortina usa material reciclável, dispensa o uso de veneno e qualquer pessoa pode fazer a instalação. Além de todas essas vantagens, a principal é que as pessoas ficam protegidas dos insetos no calor.

De acordo com a assessoria de imprensa da marca, nos últimos anos o Brasil tem enfrentado um crescente aumento de doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti, entre elas dengue, chikungunya, mayaro, zika e febre amarela. Fato este que levou muitas mulheres a adiar o sonho de ser mãe, como uma amiga da empresária Luane Moliterno – idealizadora da Block Insetos -, que suspendeu seus planos com medo dos efeitos causados pelo zika vírus.

Com essa situação em mente, a empreendedoras pesquisou soluções práticas e de custo acessível, que permitissem não somente a amiga, como qualquer pessoa, proteger sua casa ou empresa da ação dos mosquitos ou de quaisquer outros insetos. Assim nasceu a tela mosquiteira magnética Block Insetos, produto único e patenteado, baseado em soluções efetivas, já adotadas em países como Alemanha, Austrália e China.

Divisórias inteligentes valorizam cada ambiente

Quem valoriza a arquitetura de interiores não abre mão de sistemas de divisórias “inteligentes” para ter a privacidade e conforto em cada ambiente. Na Fesqua 2018, a dormakaba apresenta o lançamento do UNIQUIN, sistema de perfis de alumínio e vidros para interiores utilizado como divisórias de salas com portas acionadas por fechadura com controle de acesso, que também permitem o uso de molas hidráulicas embutidas e sistemas deslizantes.Tratam-se de perfis discretos dotados de isolamento acústico, instalação elétrica integrada e controle de acesso flexível, que se encaixam perfeitamente formando um design uniforme e coordenado.

“A Fesqua é uma grande oportunidade para apresentarmos nosso portfólio de produtos e soluções para o segmento de esquadrias. Além disso, o evento nos oferece parcerias com novos clientes e a exposição para importantes integrantes do mercado”, afirma Tomas Catafay, vice-presidente da dormakaba para América Latina”.

Serviço:

12ª FESQUA – Feira Internacional da Indústria de Esquadrias

www.fesqua.com.br

11ª FEITINTAS – Feira da Indústria de Tintas, Vernizes e Produtos Correlatos

www.feitintas.com.br

16º EBRATS – Encontro e Exposição Brasileira de Tratamentos de Superfície

www.ebrats.com.br

Horários: de 4ª a 6ª, das 14h às 21h, e no sábado, das 11h às 19h

Data: 12 a 15 de setembro de 2018

Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*