terça-feira , 21 agosto 2018
Capa » Iluminação » Como calcular o consumo de energia com iluminação

Como calcular o consumo de energia com iluminação

Desde 1º de outubro a conta de luz está mais cara. A tarifa, que foi para vermelha patamar dois, representou um aumento de R$ 3,50 a cada 100 kWh em outubro e com o reajuste aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) passará para R$ 5 a partir de 1º de novembro. A falta de chuva, que força a usar fontes mais caras de energia como as térmicas, é um dos principais argumentos para esta cobrança tarifária.

Uma forma de contornar o impacto deste aumento é a preferência pelo consumo de produtos com mais eficiência energética, ou seja, que tenham maior rendimento com menos consumo de energia.

No quesito iluminação residencial, que é responsável por 20% do consumo total de energia nas residências brasileiras – atrás do chuveiro e de equipamentos eletroeletrônicos – a adoção de LED, por exemplo, pode representar uma economia de até 80%. Isto porque o LED consome menos energia com o mesmo pacote de luz de outras tecnologias.

Para saber qual o consumo mensal de energia com iluminação, a área técnica da Lâmpadas Golden orienta o consumidor como calcular:

– pegue a potência da lâmpada (dada em W) e multiplique por seu tempo de utilização diário.

– multiplique o valor obtido acima por 30, que é a quantidade de dias do mês.

– depois multiplique pelo custo do kWh de sua região.

– por fim multiplique pelo número de lâmpadas instaladas e divida por 1000 que obterá o consumo total com iluminação.

Potência da Lâmpada (W)

X

Tempo de Utilização (horas)

X

Período de utilização (em dias)

X

Preço de energia (KWh)

X

Número de lâmpadas Instaladas

____________________________

1000

Substituir a fluorescente pelo LED é sempre uma melhor alternativa, na opinião do Coordenador de Engenharia da Golden, Rodrigo Alves.

Para entender as vantagens da substituição por tecnologias mais eficientes, Alves orienta aplicar a regrinha acima de forma comparativa. “O LED de 10W, por exemplo, pode substituir a fluorescente de 20W com um consumo 50% menor. Ligado 5 horas por dia, ele consumirá 50W por dia (ou 0,05 kWh a cada dia), o que equivale a 1,5 kW/h por mês por ponto de luz. Já a fluorescente consumiria no mesmo período 3 kW/h”.  O custo total depende do valor do kWh, que varia de uma região para outra.

tecnologia Potência (W) Horas dia/acesa Uso dias/ mês Preço energia (R$) * Nº ne pontos Gasto mensal (R$) Gasto Anual(R$)
LED 10 5 30 0,45 kWh 5 3,37 R$40,50
Fluorescente 20 5 30 0,45 kWh 5 6,75 R$81,00

* O custo de energia varia de região para região.

Além deste consumo por ponto, deve ser acrescido ao valor total da conta a taxa extra de R$ 5 a cada 100 kW/h, equivalente a aplicação da bandeira vermelha patamar dois, vigente a partir de 1º de novembro.

Alternativas complementares, como manter cortinas abertas para usar mais a iluminação natural, não deixar luzes acesas sem que esteja sendo feito uso do ambiente, adoção de sensores de presença e cores claras na decoração podem contribuir para reforçar a economia com iluminação.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*